Onde estão os indignados com a saúde?