“AS MINHAS PERNAS ESTÃO ABERTAS PARA OS REFUGIADOS”