Depois dos excelentes resultados do anterior Ministro da Educação o governo quer...

Depois dos excelentes resultados do anterior Ministro da Educação o governo quer mudar o programa escolar… Para quê?

Basta ver as mudanças, têm razões obviamente ideológicas, querem doutrinar e introduzir o marxismo cultural nas escolas, como fizeram e fazem no Brasil, não podemos deixar que façam o mesmo em Portugal!!


Querem tirar horas de Matemática e Português, e História (não vão os miúdos aprender o que é o comunismo e os milhões de mortos que fez) para aumentar as ciências sociais, introduzindo disciplinas como Cidadania e Área de Projeto que pela sua subjetividade se tornam facilmente ferramentas de doutrinação ideológica para a esquerda, onde se pode dizer maravilhas do socialismo, dizer mal do mercado livre e da industria, os “vilões”, e explorar as causas fraturantes, tal como partidos como o BE pretendem para ganhar clientela, agora querem-no fazer desde a escola (já se percebe o ódio aos colégios). Para além disto basta lembrar a pretenção de dar “educação” sexual na pré-primária, onde querem doutrinar desde logo com a mentira da “identidade de género”, “saber distinguir as diferentes expressões afectivas” seja lá o que isto for, etc e no 5º ano querem doutrinar quanto ao aborto falando da “interrupção voluntária da gravidez”, esse grande eufemismo abortista. Agora que desprezaram o superior interesse da criança ao aprovar a adoção por homossexuais, sempre fazendo uso dos pseudo-argumentos e da pseudo-discriminação (como sempre) e ignorando o interesse das crianças que nunca foram falados, também querem falar da adoção (e falar disso claro) no 5º ano, etc. Depois também recomendam livros para o 8º ano com frases como “Fazem amor pelo c# porque não têm racha, enfiam coisas no c# percebes.”, etc. O objetivo era claro e é o é cada vez mais… Doutrinar à boa maneira comunista e socialista, espero que a oposição se oponha a isto. Como é que o povo pode por estes extremistas no poder!!