Votem na esquerda… depois chorem!