Em 2016 emigraram permanentemente para fora de Portugal 38.273 pessoas, um número...

Em 2016 emigraram permanentemente para fora de Portugal 38.273 pessoas, um número muito próximo dos 40.377 de 2015.

É para verem a potência de destruição de que é capaz a bota neoliberal que durante 5 anos esmagou o país. A razia que impôs continua a produzir efeitos, mesmo depois de ter sido enxotada do poder e substituída pelo Bem, também conhecido por geringonça, ou máquina de devolução de rendimentos. A boa notícia é que o índice de fecundidade voltou a aumentar, para uns ainda miseráveis 1,36 (mesmo assim acima dos sombrios 1,21 de 2013), desta feita porque a geringonça devolveu às pessoas renovado gosto em fazer filhos. Tem subido consistentemente desde 2014 inclusive, quando as pessoas começaram a antecipar o fim da longa noite neoliberal e a fazer mais amor.