ANTÓNIO COSTA A MAIOR FRAUDE POLÍTICA DE TODOS OS TEMPOS… MAS NÃO...

ANTÓNIO COSTA A MAIOR FRAUDE POLÍTICA DE TODOS OS TEMPOS… MAS NÃO SE TRATA DE NOVIDADE… já alguém alterava em 2013 para o que hoje se vê… e a personalidade essa já se revelava na fase estudantil…

António Costa utilizou e utiliza diariamente o cargo político que actualmente exerce para ter influência dentro do seu partido e do país. António Costa não se compara a Pedro Santana Lopes, pois não: é muito pior. De longe! Porque António Costa encara as suas funções políticas como um trampolim para um cargo que ele julga superior: assim, Lisboa serve apenas para alimentar as suas ambições de chegar a Primeiro-Ministro ou a candidato do PS a Belém.

De facto, basta estar minimamente atento para perceber que Costa tem uma equipa permanente que é constituída, em grande parte, pelas “marionetes do PS”: marionetes porque agora andam muito coladinhos a Mário Soares (Pedro Nuno Santos, Delgado Alves, Cordeiro, Galamba…) mas que fazem o jogo de Costa dentro do PS. Até por aqui se percebe a fibra política de António Costa: ele nunca aparece, não dá a cara pelas suas causas – primeiro, manda os seus meninos para ver como corre. Se correr mal, nega e remete responsabilidades para outros. Este é o estilo António Costa de estar na política (ah, e depois, na Quadratura do Círculo aparece como muito moderado…). Nestes jogos politiqueiros, aqui sim, António Costa tem talento…


Veja-se o que sucedeu esta semana: uma sondagem publicada num jornal que nitidamente virou à esquerda com a entrada dos novos accionistas, António Costa passa dos 20%, em cerca de um mês, para os 50% das preferências de voto dos portugueses para Belém! Como é possível? Não é possível! É que a visibilidade mediática de Costa até desceu no mês passado! Há mesmo cada bruxa na política portuguesa… é só mistérios….